Tipos de ração para cachorro


A alimentação é um dos pontos mais importantes para a saúde do pet, podendo fazer toda a diferença para uma vida mais saudável e longeva do seu melhor amigo, além de contribuir para uma pelagem mais bonita e maior disposição para atividades. Por isso, você precisa conhecer os tipos de ração para cachorro, para oferecer a ele a alternativa mais adequada.

ração para cachorro

Tipos de ração para cachorro (Foto: Pixabay)

Na hora de alimentar o cão, a ração surge como a melhor opção, pois é produzida de maneira a garantir que todas as carências nutricionais do animal sejam supridas, trazendo uma dieta balanceada e completa, algo que não se alcança quando oferecemos comida caseira ao cachorro.

Outra informação importante é que há rações para diferentes tipos de raças, tamanhos e necessidades nutricionais, e é sobre elas que vamos comentar a seguir. Confira!

Tipos de ração

No mercado, você vai encontrar, basicamente, os seguintes tipos de ração:

Ração econômica

Formulada com subprodutos de milho, farelo de algodão, soja etc, apresenta qualidade inferior e, por isso, preço mais em conta. Essas rações populares geralmente são vendidas a granel em feiras e mercados.

Ração Standard

Conta com ingredientes melhores que os das rações baratas, como farinha de carne e ossos, gordura animal e glúten de milho, entre outros, contendo proteína animal e vegetal. A qualidade é um pouco maior e o preço médio.

Ração Premium / Super Premium

Quando se trata de nutrição canina, as rações premium e super premium são as melhores opções, contendo ingredientes de primeira qualidade em sua fórmula (carne de frango, peru, ovelha etc). Elas apresentam maior digestibilidade (o cão consegue digerir melhor o alimento), porém têm preços mais elevados.

ração cães pequenos

Quando filhotes, os cães têm necessidades nutricionais diferentes (Foto: Pexels)

Cachorro pequeno

A ração para cachorros pequenos deve ter grande quantidade de nutrientes e conteúdo energético, uma vez que as raças menores apresentam metabolismo acelerado, ou seja, precisam de muita energia. Outra dica é optar por uma ração seca, para prevenir o surgimento de tártaro nos dentes.

Se possível, escolha uma ração de alta qualidade, lembrando que os cães de menor porte não consomem grandes quantidades de ração, o que pode trazer uma boa economia.

Cachorro médio

No caso da ração para cães médios (peso entre 11 kg e 25 kg, na idade adulta), a dieta precisa garantir energia para muitas brincadeiras, atividades físicas e até para a realização de trabalho (vigia, pastoreio e outras tarefas).

Algumas raças podem ter necessidades específicas, como o Buldogue, que precisa de uma ração especial, de formato triangular e tamanho adequado, pois tem uma traqueia muito curta e mandíbulas que não se fecham corretamente, e o Border Collie, cuja ração deve ter mais proteínas e fibras, para evitar problemas ao seu estômago delicado.

Cachorro grande

Já a ração para cães grandes deve ser escolhida com ainda mais cuidado. É que apesar de as raças de grande porte comerem em maiores quantidades, algumas delas são menos ativas do que determinadas raças pequenas, e uma dieta inadequada pode resultar em obesidade e problemas ósseos.

Raças como Bullmastiff, Terranova e Pastor Alemão são algumas das que se enquadram nessa situação, e se você possui uma delas precisa ter bastante atenção na escolha da ração.

Em geral, a ração para cachorro de grande porte deve ser bastante nutritiva e garantir uma alta quantidade de calorias diárias, mas sem exageros, para um crescimento uniforme e equilibrado.

ração cachorro grande

Raças mais ativas e de porte maior precisam de energia extra (Foto: Pexels)

Cachorro filhote

Encerrado o período de amamentação materna (normalmente após o 45º dia de vida), os pequenos cãezinhos já podem começar a se alimentar. Mas qual a ração indicada para filhotes?

A ração para filhotes precisa ter, em sua fórmula, ingredientes que ajudem no crescimento, fortaleçam os ossos e que protejam e estimulem o sistema imunológico do pet, propiciando um bom desenvolvimento, energia e disposição para o cachorrinho.

Nessa etapa da vida, o cão filhote costuma comer de três a quatro vezes por dia, lembrando que a ração específica para filhotes deve ser dada até ele completar um ano de idade.

Cachorro adulto

A ração para cães adultos possui algumas diferenças em relação à oferecida quando eles são bem novinhos. Nesta etapa da vida, a alimentação canina deve privilegiar uma dieta proteica e energética, valorizando nutrientes como proteína de carne, taurina, cálcio e minerais quelatos. Também é bom evitar ingredientes que dificultem a digestão.

Na fase adulta, o cão começa a comer menos, reduzindo pela metade (em média) a quantidade de refeições diárias com o passar do tempo. É absolutamente normal que ele coma duas vezes por dia, ou seja, você não precisa se preocupar.

Os cães de pequeno e médio porte são considerados adultos até os 7 anos, enquanto nos de grande porte essa fase vai até os 10 anos. Passadas essas idades, eles já são considerados cães seniores e mais tarde idosos.

Cachorro castrado

Machos e fêmeas que passam pelo processo de esterilização precisam ter uma alimentação diferenciada, pois tendem a ganhar peso, graças a algumas mudanças metabólicas e comportamentais.

Dessa forma, a ração para cães castrados deve ser rica em fibra e pobre em gorduras, combinação que ajuda a aumentar a sensação de saciedade. Algo que também contribui para a manutenção do peso é a realização de exercícios e brincadeiras.

Cachorro de pelo curto

A alimentação é uma das armas para combater a queda de pelo de cachorro em excesso. No caso dos cães de pelo curto, há uma maior tendência à perda dos fios, assim como as raças com pelo médio e sub pelo denso.

Se você tem um Pinscher, Labrador, Bulldog ou Beagle, seja mais exigente na escolha da ração, que precisa ser rica em nutrientes e vitaminas essenciais para uma pelagem saudável e bonita. O mesmo vale para os tutores de raças como Chow Chow, Samoieda e Akita, entre outras.

Cachorro de pelo longo

As raças de pelagem longa soltam menos pelos, mas nem por isso você deve descuidar da alimentação do pet. Nesse caso, também vale prestar atenção à qualidade da ração para cães de pelo longo, dando preferência às versões premium e super premium.

Se tiver alguma dúvida ao escolher, leia a embalagem com atenção e verifique a indicação do produto.

Rações especiais para cachorros mais velhos

Entre os vários tipos de ração para cachorros, também há versões especiais para os pets de idade mais avançada, que ajudam a aumentar ainda mais a expectativa de vida do animal de estimação. Com o passar do tempo, as necessidades nutricionais mudam, e por isso é preciso investir em uma ração sênior.

ração cachorro idoso

Cães mais velhos também têm as suas próprias rações (Foto: Pexels)

A ração para cães idosos traz substâncias e nutrientes específicos para essa fase da vida, contribuindo para a manutenção do equilíbrio do organismo, além de ser mais macia, facilitando a mastigação e evitando a quebra de dentes. Ela também não é tão calórica, para diminuir a possibilidade de sobrepeso.

Portanto, na hora de escolher a melhor ração para cachorro, preste atenção a todos os detalhes citados. Assim, o seu pet terá uma alimentação mais saudável e adequada.

Add Comment