Gato siamês: comportamento, alimentação e dicas


O gato siamês é uma das raças felinas mais populares de todo o Brasil e todo o mundo. Todas as suas maravilhosas características físicas, da mais gigantesca beleza, sempre chamam a atenção, despertam o interesse. Seus enormes e brilhantes olhos azuis e sua pelagem com coloração em degradê. Em outras palavras, seu pelo, que começa claro e termina escuro, sempre causa um impacto muito grande.

cuidados gato siames

Saiba tudo sobre o Gato Siamês!!!

Gato siamês

O que talvez nem todas as pessoas saibam é que o gato siamês é incrivelmente imprevisível, uma verdadeira caixinha de surpresas. Os siameses também são uma raça muito versátil. O que é ótimo para quem quer ter um bichinho de estimação para ter como companhia, como uma espécie de companheirinho.

Vai adotar um gato siamês e quer se munir de informações para saber como cuidar melhor dele? Leia esse artigo para saber tudo o que precisa!

A magnífica aparência do gato siamês

Alguns pesquisadores afirmam que o gato siamês é originário da Tailândia, um país situado no Sudeste Asiático. Sua funcionalidade original era acompanhar os reis, por conta do seu porte elegante e sua postura altiva. No decorrer do tempo, o gato siamês acabou parando na Inglaterra. A partir de lá, eles foram levados para outros continentes e outros países e caíram no gosto da população.

O gato siamês acabou se tornando uma das raças felinas mais famosas e populares de todo o mundo, juntamente com o gato persa.

Além de chamar muito a atenção por causa da aparência, sobretudo pelo olhar, conforme já dissemos, seu temperamento também é atraente. Isso acontece porque o gato siamês tem um temperamento imprevisível, que nem sempre tem como saber o que é de fato.

O gato siamês, no muito das vezes, nasce com uma pelagem de coloração bem clara, em um tom que lembra uma areia clara. Durante o seu desenvolvimento e ao longo da sua vida, conforme ele vai trocando os pelos, vão surgindo áreas com a pelagem mais escura.

As extremidades do seu corpo – ponta do rosto, orelhas, patas e rabo – são mais escuro, o que aliás é uma característica bem marcante da raça. Isso também pode variar conforme ele vai ganhando mais idade. Os tons mais escuros presentes nas extremidades, podem oscilar desde uma coloração cinza mais escure até atingir uma cor de chocolate que beira a cor preta.

 

Essa coloração vai depender também do código genético de cada gato. Isso porque às vezes ele pode apresentar apenas uma das extremidades coloridas e não todas, como acontece com outros gatos.

O formato da cabeça do siamês é triangular. A “máscara” que ele possui cobrindo a face ajuda a dar um destaque maior para os seus belíssimos e deslumbrantes olhos azuis. Aliás, o tom do azul dos seus olhos pode variar entre um azul bem clarinho ou ainda um maravilhoso azul turquesa.

Ele é considerado um gato de porte médio. Seu corpo é esguio, mais longilíneo e ele é dotado de patas longas e finas. Sua cauda é bastante longa e pontuda. Ela acompanha o o formato do corpo e geralmente tem um tom bem mais escuro.

O temperamento do gato siamês

O temperamento do gato siamês é algo dificílimo de prever. Certos gatos são mais calmos, mais tranquilos. Outros são mais agitados, bravos, cheios de energia. Contudo o temperamento dessa raça é algo incrivelmente variável. Eles normalmente costumam ser bastante afáveis, amorosos, fieis, mas nem sempre ele se comportam do mesmo modo.

comportamento Gato siamês

Em um dado momento, eles podem estar super ativos, correndo, brincando, pulando, andando de um lado para lá. No entanto, em outro momento, pode ficar super quietos, tranquilos, apenas dormindo ou descansando. Essa oscilação de “humor”, de comportamento pode deixar os donos surpresos, sem saber ao certo como agir. Mas o fato é que esse raça é absurdamente independente e tem o seu próprio ritmo.

Assim como acontece com as demais raças felinas, a socialização para o gato siamês é de suma relevância. Por mais dócil que ele possa ser, ele também necessita da socialização.Eles podem se tornar muito ariscos à pessoas desconhecidas e com um ciúmes enorme do dono, se este não procurar, desde que ele é filhote, a conviver com outras pessoas e outros animais.

Sempre que você receber a visita de algum familiar ou de um amigo, permita que o gato cheire essas pessoas, que toque neles, que se aproxime ou até mesmo deite no colo. Isso fará com que eles se habituem a cheiros diferentes e se acostume com toda essa situação.

O gato siamês é uma raça que se vale muito da vocalidade, dos sons. Em outras palavras, eles miam pelas mais variadas razões: quando estão com fome, feliz, triste e assim por diante. Aquelas pessoas que adoram ficar conversando com o bichinho vão simplesmente adorar essa raça.

Os siameses são gatos muito inteligentes e donos de uma curiosidade ímpar. Isso faz com que eles aprendam truques, onde ficam os objetos e muitas outras coisas de forma bastante rápida.

Eles são muito apegados à sua família humana. Por serem carinhosos e repletos de uma dose generosa de paciência, são excelentes para quem tem crianças em casa.

A alimentação do gato siamês

De modo bem geral, a alimentação do gato siamês é bastante similar aos demais gatos de outras raças. No entanto, cabe salientar que a refeição diária desse gatinho precisa ser ainda mais equilibrada. A razão para isso é que, por ele ser mais agitado, precisa de ainda mais energia e nutrientes suficientes. Seu metabolismo é mais acelerado e portanto ele necessita de uma alimentação reforçada.

O mais indicado é que sempre haja duas vasilhas disponíveis: uma com água sempre fresca e a outra com a ração. Não deixe a comida tempo demais ali, pois ela sofre oxidação e perde nutrientes. Ponha uma quantia razoável de ração, mas não muita. Quando notar que a vasilha esvaziou um pouco, coloque mais ração.

 

Um detalhe importante é que quando se trata de um gato siamês filhote, a alimentação deve ter uma quantidade um pouco maior de gordura e proteína. Quando ele chega a idade adulta, aí sim deve ser um pouco mais balanceada. Para gatos siameses idosos, deve-se diminuir a quantidade de gordura e proteína.

Quanto a água, eles tendem a bebê-la mais se for água corrente. Sendo assim, procure ter uma fontezinha em casa, para incentivá-los a beber mais água, evitando assim problemas nos rins.

Dicas para os cuidados com o gato siamês

Vamos dar abaixo algumas dicas rápidas e especiais para os cuidados com o gato siamês:

  • É comum encontrarmos gatos siameses estrábicos. Procure levar o seu gatinho ao veterinário, para ver se é necessário uma cirurgia de correção ocular;
  • Brinque bastante com seu gato siamês. Procure gatificar a sua casa, para que ele gaste toda a enorme energia que possui, diminuindo também a ansiedade e deixando as unhas devidamente aparadas;
  • Eventualmente leve seu gato para passear. Desse modo, ele não vai sentir tédio e nem procurar lugares para passear;
  • Os gatos siameses são ainda mais exigentes com a limpeza. Sendo assim, procure limpar a caixinha de areia mais de uma vez ao dia;
  • Procure castrar o gato siamês o mais breve possível, sobretudo quando se trata da fêmea. Elas costumam ficar inquietas, agitadas, agressivas e miar muito quando estão no cio.

Cuidando bem do gato

O gato siamês é uma das melhores raças felinas para se ter em casa. Brincalhões, amorosos e pacientes, eles se configuram como uma excelente companhia, para pessoas de todas as idades.

Add Comment