Furão doméstico: dicas de como cuidar e alimentação


Você conhece ou já ouviu falar do furão doméstico? Esse animalzinho é talvez um dos mais conhecidos e adorados entre as pessoas que adoram ter um animal exótico como bicho de estimação. A adoção dos pets como bichinhos para se ter de companhia é uma prova clara que esse universo tem se tornado mais diversificado.

Furão doméstico

Para amantes de animais exótivos, o Furão doméstico é uma opção muito divertida!

A oportunidade e a ideia de ter junto de si um animal para encher de cuidados, mimos e muito carinho em nosso lar, nessa construção de laços emocionais, é um verdadeiro incentivo para a busca por outros animais que possam servir de companhia para nós humanos.

Quer adotar um bichinho diferente e se interessou pelo furão doméstico? Então leia esse artigo para descobrir coisas fascinantes sobre esse animal.

Temperamento e atributos do furão doméstico

O furão doméstico também é conhecido como Ferret. Trata-se de uma espécie bastante utilizada como um animalzinho de estimação. Ele é um mamífero do tipo carnívoro, mais especificamente da família dos Mustelídeos. Há inúmeras espécies de furão, mas a mais conhecida é justamente essa que é chamada de furão doméstico.

Não só no Brasil, mas em diversas partes do mundo adota-se esse bicho como um pet de estimação. Por mais incrível que pareça, o furão doméstico não é um roedor.

Não se sabe ao certo como esse animal foi devidamente domesticado. Alguns indícios arqueológicos evidenciam a existência e vestígios em aproximadamente 1500 a.C. Ele é muito usado como um animal de caça no Reino Unido e também na Austrália. Aliás, nesse último, ele é visto como uma praga, sendo inclusive caçados. Ele é utilizado para que se mostre onde eles podem ser encontrados.

O furão é dono de uma personalidade maravilhosa. Agitado, incrivelmente simpático e principalmente muitíssimo curioso. Inclusive essa é considerada uma de suas maiores e mais marcantes características, aquela que desperta uma atenção maior.

Os furões são muito dóceis e brincalhões. Assim como ocorre com outros tipos de animais de estimação, o furão é um grande fã de expressões de afeto, carinho e amor, as quais ele retribui generosamente.

Cheios de energia e vitalidade como eles são, costumam brincar muito, além de serem bastante apegados ao dono, sempre interagindo com ele de forma bastante ativa.

Características físicas do furão doméstico

Por ser muito amigável e bem brincalhão, é uma ótima companhia para as pessoas, sobretudo para quem tem crianças em sua casa. As crianças simplesmente adoram ele. Ele costuma ter uma facilidade gigantesca para subi em árvores e são exímios nadadores. Se receber os cuidados apropriados, o furão pode chegar até os 10 anos de idade.

O furão doméstico é um animalzinho dono de um corpo longo e com muita flexibilidade. Suas perninhas são bastante curtas, assim como são pequenas também as suas orelhas. Suas patas possuem cinco dedos. Quanto a sua calda, a mesma possui uma longa extensão e pelos bastante densos.

O focinho do furão tem a forma de cunha, com dentes consideravelmente afiados. Isso fornece a eles o potencial de se tornarem um predador de outros animais, como roedores menores. Ele pode ser mais facilmente encontrado nas margens florestais, nas vegetações dotadas de arbustos cerrados e também na beira de cerrados ou de rios.

O furão doméstico é muito comum na região sudeste do México, passando pelo centro do Peru o o sudeste brasileiro.

Quando é um animal adulto, seu peso pode atingir a marca de 400 gramas a 2 kg. Na idade entre 8 meses a 1 ano, ele se encontra na maturidade sexual. O período de acasalamento vai de março a setembro, com uma gestação que dura por volta de 44 dias.

Os filhotinhos, quando nascem, são surdos, cegos e completamente sem pelo. O desmame ocorre com 7 a 9 semanas.

Dicas de como cuidar de um furão doméstico

Antes de adotar um furão doméstico, você precisa saber que é fundamental comprar o animal em um petshop que tenha um certificado. É isso que irá assegurar a legalidade dessa comercialização. Além disso, eles também devem informar o número de dispositivo. Isso porque esse é um animal importado. Por conta disso, traz consigo um chip de identificação e é devidamente cadastrado.

Em seus 3 primeiros meses de vida, ele precisa tomar vacinas contra raiva e cinomose, adequadas para a espécie, dado que essas doenças pode levar animal a óbito.

É muito importante que o dono tenha conhecimento dos hábitos cotidianos desse bicho. Essa noção deve ser de tal modo que ele seja capaz de perceber quando ocorre algum sintoma diferenciado ou alguma coisa estranha e assim encaminhe-o o quanto antes para o veterinário. Como são bichinhos bastante vulneráveis, qualquer alteração pode ser um indicativo de problemas.

Cuide bem da saúde do seu Furão doméstico.

Além de uma alimentação apropriada, o furão só precisa de uma gaiola com comida e água, uma redezinha para dormir e alguns brinquedos para que ele possa se entreter. A higiene é algo crucial, portanto a gaiola deve estar constantemente limpa, sua pelagem bem escovada. É interesse que você adquira para ele uma vasilha sanitária.

Não é recomendado deixar o furão solto pela casa, uma vez que ele pode sumir facilmente. Se você desejar, pode utilizar uma pequena coleira e assim levá-lo para passear sempre que desejar e por onde desejar.

Dado que os furões são animais pequeninos, eles consegue passar por quase qualquer buraco e com isso acabar de machucando, recebendo um choque elétrico forte ou ainda acabar se machucando nas pás de um ventilador, por exemplo. Sendo assim, é preciso tomar cuidado prestar atenção redobrada com esses bichinhos.

A alimentação dos furões domésticos

Os furões, conforme já foi dito antes, são animais essencialmente carnívoros e mamíferos. Por conta disso, a sua alimentação deve ser a base de uma ração bem específica, dotada de uma quantidade mais elevada de proteínas, sais minerais e vitaminas.

Uma ração de boa qualidade para o furão apresenta um preço bastante salgado: o pacote de 5kg da Ração Nutrópica Ferret pode chegar a custar quase 300 reais. É um valor elevado, mas como a alimentação dele precisa ser bastante equilibrada, é imprescindível investir em uma boa ração.

Cuidando de um furão doméstico

Cuidar de um furão doméstico não demanda nada muito complexo. A cautela maior deve ser com relação a alimentação, que é bastante específica, com a atenção apurada para que ele não se perca pela casa ou se enfie em algum lugar apropriado e se machuque.

Add Comment